segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

PAROQUIA SÃO FILIPE E SÃO TIAGO REALIZA ASSEMBLÉIA PAROQUIAL DE PASTORAL

Jutay Reboucas     07:00     No comments


PAROQUIA SÃO FILIPE E SÃO TIAGO REALIZA ASSEMBLÉIA PAROQUIAL DE PASTORAL


Aconteceu neste domingo, 16 de dezembro de 2017, a Assembléia Paroquial de Pastoral da Paróquia São Filipe e São Tiago. Às 8h foi feito a oração de abertura, em seguida tivemos a palavra acolhida do Padre Valter Moura (pároco) que nos incentivou a darmos o melhor na Evangelização para que Jesus seja verdadeiramente conhecido, amado e seguido.
Em seguida passamos ao momento de avaliação da caminha pastoral no ano de 2017 com trabalhos em grupos orientado pro Jutay Rebouças (Membro do CPP), onde foram respondidas as seguintes questões:
1) Tendo em vista o tema estudado durante o ano de 2017 sobre as famílias, quais passos concretos nós demos?
2) Quais as dificuldades encontradas pelas pastorais para evangelizar as famílias?
3) Quem do Conselho já ouviu falar e sabe o que é Iniciação à Vida Cristã?

Após o plenário seguiu-se o estudo do documento 107 da CNBB: “Iniciação à Vida Cristã” conduzido por Leandro Barreto, Coordenador Paroquial da Dimensão Litúrgica.:

Iluminação – Iniciação à Vida Critã: itinerário para formar discípulos missionários – Doc 107

Barreto iniciou a sua fala fazendo uma apresentação do tema tendo como base o Documento 107 da CNBB. Falou que Itinerário = caminho, é o percurso que vamos passar, quando falamos em iniciação à vida cristã, essa palavra corresponde a uma verdade maior. Quando falamos desse assunto não estamos refletindo um assunto novo, estamos nesse caminho há algum tempo. O apelo a tomarmos o caminho de voltar nossa atenção para a Iniciação Cristã vem a partir do Concílio Vaticano II, desde lá passos tem sido dado e nós estamos caminhando com eles... Pensamos em 3 passos: o 1) RICA, que ganha força com o Estudo da CNBB sobre a 2) Iniciação Cristã (Estudo n. 97) e o 3) Itinerário Catequético. Vamos refletir à luz do documento, mas não iremos fazer um estudo dele.
Iniciação à vida cristã é algo novo? Quem inventou a iniciação foi o próprio Jesus, ela está na essência da fé cristã. Quem não se encontra com Jesus não está vivendo sua fé corretamente, por isso nosso referencial sobre o assunto é o próprio Jesus.
Jesus queria que as pessoas fizessem o encontro pessoal com Ele, um encontro transformador. Encontrar com Cristo é encontrar o Reino.
Nesse caminho de iniciação tomaremos o texto do encontro de Jesus com a Samaritana, quando lemos “era preciso passar pela Samaria”, significa que Jesus precisava se encontrar com a mulher. A sede de Jesus que o texto fala, era a sede de dar-se a encontrar com ela. Jesus não podia cobrar mais do que foi dado à samaritana, nós também não podemos fazer isso, cobrar das pessoas aquilo que elas não têm. Jesus acolhe sem colocar exigência para, Jesus simplesmente chega e se faz presença.
Diante da mulher estava alguém que ouviu sua história sem condenar, mas com ouvidos e olhar de misericórdia.
Há um período na Igreja que as pessoas eram cristãs e isto era vivido pela tradição, todos eram católicos, a criança nascia batizada, quando o bispo chegava na Paróquia crismava e quando estavam um pouco maiores faziam a eucaristia, a família transmitia a fé para os seus e assim a Igreja foi se firmando como na fé do povo. Até os dias de hoje o batismo tem muita importância na vida cristã, tanto que percebemos que os 3 Sacramentos em sua essência perderam sua mística.
Depois de termos feito uma visita ao Documento 107 à luz da Iniciação Cristã como itinerário para formar Discípulos Missionários, vemos a necessidade de traçar uma linha de ação para começar os trabalhos, ações que devemos fazer acontecer imediatamente em nossas comunidades:
ü  Romper com a ideia de uma Catequese em vista dos Sacramentos; Não existe Catequese de Primeira Comunhão, Catequese de Crisma ou Catequese de Batismo! Existe a Catequese para Crianças, Catequese para Adolescentes, Catequese para Adultos, Catequese para Casais, etc... Não existe curso: de batismo, de noivos...
ü  Distanciar a Catequese da Sala de Aula; Romper com tudo que lembre escola: matrícula, aula, professor, aluno, sala, ano, turma, série, dever de casa...
ü  Centrar a Catequese na Pessoa de Jesus; Nossa fé é Cristocêntrica; Nossa Catequese também precisa ser! Não pode ser uma Catequese apenas pra ensinar doutrinas e normas; É uma Catequese para aproximar as pessoas de Jesus!
ü  Aproximar a Catequese da Liturgia: Só existe Catequese de Inspiração Catecumenal se houver uma aproximação profunda entre Catequese e Liturgia!
ü  Ter a Páscoa como o nosso grande Referencial! A Páscoa é nosso ponto de Partida e de Chegada! Pra isso ser sentido no KAIRÓS, precisa ser vivido no CRONOS.
ü  Romper com a idéia de Celebração dos Sacramentos como conclusão da Catequese! Sacramento não é Formatura! (in relatórios diocesano)


Na sequência o padre Valter fez uma explanação da celebração dos 300 anos da paroquia no próximo anos, pediu a presença e partição de todas as comunidades. Após a oração final o padre agradeceu a presença de todos deu a benção.





0 comentários :

.

Deus abençoe!

Deus abençoe!
© 2015 Diocese de Amargosa - Bahia - Brasil. Deus é Fiel! .Todos os direitos reservados. Designer by @Showja.