quinta-feira, 7 de junho de 2018

9ª Semana do Tempo Comum - Quinta-feira - meditação na Palavra de Deus - com o padre José Raimundo

Diocese de Amargosa     04:16     No comments




Evangelho (Mc 12,28b-34)
— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor.
Naquele tempo, 28bum mestre da Lei aproximou-se de Jesus e perguntou-lhe: “Qual é o primeiro de todos os mandamentos?” 29Jesus respondeu: “O primeiro é este: Ouve, ó Israel! O Senhor nosso Deus é o único Senhor. 30Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento e com toda a tua força! 31O segundo mandamento é: Amarás teu próximo como a ti mesmo! Não existe outro mandamento maior do que estes”.
32O mestre da Lei disse a Jesus: “Muito bem, Mestre! Na verdade, é como disseste: Ele é o único Deus e não existe outro além dele. 33Amá-lo de todo o coração, de toda a mente, e com toda a força, e amar o próximo como a si mesmo é melhor do que todos os holocaustos e sacrifícios”. 34Jesus viu que tinha respondido com inteligência, e disse: “Tu não estás longe do Reino de Deus”. E ninguém mais tinha coragem de fazer perguntas a Jesus.
— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

 **************************************************************************************


São Pedro de Córdova e companheiros, testemunharam com esperança a ressurreição

O santo de hoje viveu num tempo de grande perseguição. Foi no século IX, no ano de 851: um rei de outra religião estava impondo para os cristãos a renúncia de Cristo e a adesão a tal outra religião. Claro que muitos optaram pela fidelidade a Jesus, mesmo em meio às ameaças e perseguições.
Pedro, fiel leigo, que foi para Córdova junto com outro amigo por causa dos estudos, deparou-se com aquela perseguição. Eles se apresentaram a um juiz, que questionou a fé daqueles cristãos. E Pedro respondeu testemunhando Jesus Cristo, falando sobre a verdadeira religião, da Salvação, do único Salvador. Aquele juiz não aceitou os argumentos e condenou Pedro e seus companheiros ao martírio.
Eles foram com alegria, testemunhando a esperança da ressurreição. Foram degolados e depois tiveram seus corpos dependurados e queimados, e ainda tiveram suas cinzas lançadas num rio, para que ninguém os venerasse.
Diante do testemunho desses mártires, peçamos a Deus a graça da fidelidade.
São Pedro de Córdova e companheiros, rogai por nós!
canção nova  

,

0 comentários :

Nossa Página

.

Seguidores

Total de visualizações

Blog Archive

Include demo

Master page

Master page blah blah lorem ipsum

About

.

Blogroll

Deus abençoe!

Deus abençoe!

BTemplates.com

© 2015 Diocese de Amargosa - Bahia - Brasil. Deus é Fiel! .Todos os direitos reservados. Designer by @Showja.